Notícias do setor – NSSGA comenta sobre a regulamentação da sílica

Triângulo

Embora a OSHA pretenda reduzir pela metade o limite de exposição aérea à sílica no local de trabalho, os representantes da NSSGA afirmam que a proposta da OSHA não trará benefícios à saúde do trabalhador. Pelo contrário, a associação declara que a resolução custará milhões de dólares por ano aos funcionários e resultará em cortes de pessoal em alguns setores. De acordo com a NSSGA, evidências científicas contundentes indicam que o limite de exposição atual protege os trabalhadores de doenças relacionadas à sílica quando plenamente cumprido e imposto. Desde que o limite atual entrou em vigor em 1971, óbitos relacionados à sílica reduziram em mais de 93% nos EUA. Qual a sua opinião sobre a possível alteração da regulamentação?